24 de dez de 2012

Um poema de: Cecília Meireles



Epigrama n. 2  

És precária e veloz, Felicidade. 
Custas a vir e, quando vens, não te demoras. 
Foste tu que ensinaste aos homens que havia tempo, 
e, para te medir, se inventaram as horas.

Felicidade, és coisa estranha e dolorosa: 
Fizeste para sempre a vida ficar triste: 
Porque um dia se vê que as horas todas passam, 
e um tempo despovoado e profundo, persiste.

xx

Um comentário:

  1. Posso morrer de vergonha por não saber nem um poema nem gostar de Cecilia Meireles? Tenso kkkkkkkkkkk

    Nayla, te indiquei pra um meme. Espero que goste ^^
    http://migre.me/cASa9
    Beijos

    ResponderExcluir

O que você achou sobre isso?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...